Assim como a rosa 3


Disculpa, pero esta entrada está disponible sólo en Portugués De Brasil. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Assim como a rosa

Você já ganhou um presente hoje? Bom, acredito que essa é uma ótima maneira de se iniciar uma conversa, afinal quem não gosta de ganhar presente? E por acaso existe algum presente melhor do que Jesus, o filho de Deus?

Essa é uma estratégia para conquistar a atenção das pessoas, e pela minha pouca experiência tem sido algo bem positivo.

Em todos os evangelismos que fazemos com objetos como o Bis, a rosa e a moeda de chocolate (ainda não construí um textinho para compartilhar aqui, mas prometo que farei..rs) usamos essa frase: “Você já ganhou um presente hoje? Eu poderia te dar um presente?”

Assim começa o evangelismo e ao dar a rosa em 90% dos casos as mulheres abrem um grande sorriso. Ao entregar o presente eu pergunto: Você sabe do que uma rosa precisa para sobreviver? E assim começa a conversa…

Podemos ressaltar vários pontos, mas os principais que trato são: água, sol e poda. Explico que a água “sacia a sede” da rosa, que o sol traz iluminação e dá energia, e a poda por sua vez também se faz necessária. A poda é necessária para cortar partes da planta para o bem dela e tirar algumas coisas que atrapalham seu crescimento, pois se continuar com aquelas partes ela pode até mesmo acabar morrendo.

Aos poucos trazemos essa analogia para nossa vida. Que também precisamos da água que nos limpa, que nos sacia, precisamos de luz no nosso caminho e a Bíblia diz que Jesus é quem nos limpa e também que a sua Palavra é a luz para o nosso caminho. Assim como a planta, também temos que passar pela poda… Que por mais que doa, que não entendamos, algumas coisas são tiradas da nossa vida para o nosso próprio bem.A partir dessa comparação se vai construindo um diálogo com a pessoa, isto não é um roteiro fechado, cada pessoa que conheci trabalhou esta estratégia de um jeito um pouco diferente.

Para finalizar pergunto do que mais a planta precisa, e falo que o essencial é que ela tenha alguém que olhe para ela, pois com tantas necessidades como saber qual é a necessidade do momento? Por exemplo, como saber a hora da poda se ninguém olha para ela e vê o que é necessário ser tirado? Como saber a hora de colocar a água para não “afogar” a planta…rs?

Toda planta precisa de um jardineiro e nós também. Sabe quem é o nosso jardineiro? Sim, Jesus é o nosso jardineiro. Ele olha por nós todos os dias e sabe das nossas necessidades. Olhe para essa rosa, ela nunca vai murchar (fale isso só se a rosa for de plástico…rs) guarde-a com carinho e toda  vez que você  olhar para ela, lembre que tem um jardineiro olhando por você, um jardineiro que sabe das suas necessidades e está pronto para te ajudar, basta você chamar por Ele.

Sempre gosto de finalizar oferecendo uma oração, pois é a oportunidade de que em minha fala falha, o Espírito Santo, que não é falho, fale ao coração da pessoa.

 

Geralmente gosto de trabalhar com rosas de plástico, pois, além de ter um custo menor tem essa questão de que a pessoa pode guardar a rosa por muito tempo, mas isso não é uma regra, como disse esse roteiro é aberto, deixem livre para que o Espírito Santo inspire vocês! E compartilhem suas alterações, elas podem ser de grande ajuda para muitas pessoas.

Ingrid Lima

Mora em São João de Meriti, Rio de de Janeiro. Professora de departamento infantil e auxiliadora de pequenos grupos com jovens. Graduanda de Psicologia com estudos voltados para a área da surdez.


Leave a Reply

3 Comentarios en “Assim como a rosa